>

quarta-feira, 23 de julho de 2008

Eu ... ainda Menina!!

Ando um bocadinho melancólica ... dou por mim a pensar na experiência por mim vivida há cerca de 18 anos. Estava gravida de 8 meses, mas sentia-me agil, com vitalidade e alegre. Actualmente, sinto-me desgastasda e quando penso a sério na minha vidinha ... sinto-me triste. Felizmente, para mim, ainda voi conseguindo manter o meu sentido de humor, que lá me vai permitindo rir-me das minhas próprias tristezas.

Com alguma frequência lá sou inundada por uma onda de positivismo, que me faz pensar, que levo a vida a lamentar-me, quando afinal de contas, a vida até me sorri!! Tenho os meus dois filhotes comigo ... que eu adoro .... sou mãe a tempo inteiro (umas gosto e outras odeio) e todos temos saúde. Só isso, já são motivos mais do que suficientes para poder afirmar que sou uma sortuda. Infelizmente, carrego às costas um problema que não me permite ver a vida cor de rosa, mas afinal de contas, quem não tem problemas?

Quando me sinto mais pensativa ... recorro muitas vezes ao album de fotografias. Com a visualização das fotos, vêm-me ao pensamento experiências e momentos unicos, que jamais quererei esquecer!!!

Esta foto que aqui coloco, foi tirada no verão de 1991, na Costa da Caparica. Aqui estava eu com o André, que por esta altura tentava dar os primeiros passos!! Não haja duvida que recordar é viver!!!! E sabem que mais? Ao ver esta fotografia, só me apetece cantar: "Oh tempo volta para trás", lol!!!! De facto estou mais velha, mais gorda, mais sofrida, mas também ... mais sábia!!!


(foto retirada)

11 comentários:

Anónimo disse...

Lindos...


Bjs


S.A.

Nice disse...

Recordar é Viver
e
Recordar não nos deixa Esquecer!

Ensinas-te o André a andar e ele escolheu o caminho dele,não deixes que isso te torne a ti melancólica, aproveita cada minuto de positivismo, dobra-ose conserva-os para os momentos que tiveres mais em baixo...

Beijinhos

Anónimo disse...

Bonitos na foto. eu acho que sei o ke sentes, devete faltar qualquer coisa não é esse filho longe, mas a vida é assim mesmo, ingrata por vezes, quem sabe um dia ele não volta, vá beijinhos e força

Mae Princesa disse...

Adorei a foto!!!bons tempos onde na costa de esperava pelos barquinhos que traziam peixe!

melobabyIV disse...

realmente o tempo passa a correr bem á frente dos nossos olhos sem que nos demos conta, mas é bom o tempo passar, prq tal como tu disseste vamos aprndendo... e temos de aproveitar o tempo ao maximo e nao tentar estica lo prq infelizmente isso nao acontece... aproveita tda a sabedoria que adequiriste ao longo da vida para poderes desfrutar da melhor maneira... tens dois filhotes lindos pequeninos que ainda precisam de ti para muitas brincadeiras....

Patricia disse...

Deixa-me dizer-te que estão os dois muito bem... é claro que a vida não é cor de rosa para mim, falta-nos sempre um pouquinho de qualquer coisa. temos é de aproveitar o bom que a vida nos dá e minorar as coisas más, só assim conseguiremos ser felizes.

bjs

Anónimo disse...

Bem,tas toda grossa na foto..hehe
quem me dera tar assim agora:)
Isto e so banhas...

Concordo com o que a "NICE" escreveu. "Ensinas-te o André a andar e ele escolheu o caminho dele"
Nem mais...

E qual cota,qual que?! Tas doida?!
Olha la..e os chocolatinhos de que te falei?
Encontraste,ou tenho que te enviar uma caixa de calorias...ups,queria dizer chocolatinhos!hehe

Jinhos

Anónimo disse...

Olá querida mamã, nada de nostalgias, tens dois filhotes lindos!
Beijinhos,Sofia,Pedro e Joana

Anónimo disse...

olá cunhada...
tristezas não pagam dívidas (sei que não as tens... as ddívidas, claro... lol) esquece a tristeza, olha para os teus pimpolhos que são lindos... e tem ffé q aconteça algum milagre e q o André caia em si algum dia... sabes que eu entendo perfeitamente o que sentes, o q vives... mas pensa em ti tb... como disse o Khalil Gibran, e bem...
Vossos filhos não são vossos filhos.
São os filhos e as filhas da ânsia da vida por si mesma.
Vêm através de vós, mas não de vós.
E embora vivam convosco, não vos pertencem.
Podeis outorgar-lhes vosso amor, mas não vossos pensamentos,
Porque eles têm seus próprios pensamentos.
Podeis abrigar seus corpos, mas não suas almas;
Pois suas almas moram na mansão do amanhã,
Que vós não podeis visitar nem mesmo em sonho.
Podeis esforçar-vos por ser como eles, mas não procureis fazê-los como vós,
Porque a vida não anda para trás e não se demora com os dias passados.
Vós sois os arcos dos quais vossos filhos são arremessados como flechas vivas.
O arqueiro mira o alvo na senda do infinito e vos estica com toda a sua força
Para que suas flechas se projetem, rápidas e para longe.
Que vosso encurvamento na mão do arqueiro seja vossa alegria:
Pois assim como ele ama a flecha que voa,
Ama também o arco que permanece estável.

pensa e reflecte... é a mais pura verdade... beijos e um sorriso bonito no teu rosto lindo fica mm a matar, não há balança q dê cabo disso... adoro-te

Anocas disse...

A primeira coisa que me ocorreu foi: vocês são mesmo parecidos!!
O sorriso do André é igualzinho ao teu na mesma idade!!!
Ver estas imagens deve dar mesmo muita saudade, mas também faz lembrar que valeu a pena, vale sempre a pena viver, amar, sentir. O arrependimento só existe daquilo que não se viveu.
Beijos aos dois!!!

Kelly disse...

Que linda foto...
Eras mesmo novinha...lol
Mas não fiques assim...
A vida é um pouco madraste mas de vez em quando sempre nos sorri, nao é?
Olha, ando a escarafunchar o teu blog de ponta a ponta - não te admires se encontrares um comentário a um post de 1991...lol - e cada vez te acho mais interessante... Eu pessoalmente cansam-me os blogs muito cor de rosa, porque me parecem sempre artificiais...
E acredita o teu tem muitas, muitas cores...

:)