>

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Carta do Di ao Pai Natal

Olá Pai Natal,

Hesitei muito antes de escrever esta carta, pois estava com algum receio que estivesses aborrecido comigo. Desculpa Pai Natal, eu sei que muitas vezes te acordo, enquanto repousas, com o ruído ensurdecedor do meu choro, mas sabes? eu não faço por mal, eu bem me tento controlar, mas é mais forte do que eu, é algo involuntário, que até agora ainda não consegui controlar, mas eu tentarei melhorar, e muito em breve, já serei mais comedido nas minhas manifestações de rebeldia, ok?

Não gostaria muito de falar do meu comportamento .... pois eu sei que não é dos melhores, mas ... tens que me dar algum desconto, é que eu só tenho 3 anos, e por isso, ainda faço e digo algumas coisas que não devia. Vou tentar controlar um pouco o meu nervosismo e a minha impulsividade, mas não será fácil!!

Sabes, andei a passear com os meus pais nos hipermercados, que estão apinhados de brinquedos ruidosos e cintilantes ...e apaixonei-me por uma bancada de ferramentas. Eram iguaizinhas às do meu pai, mas muito mais coloridas, e assim, pequeninas, bem ao jeito da minha mão.

Vi lá também muitos carrinhos telecomandados, mas como sabes, já tenho 2, um pouco danificados eu sei, pois para ser sincero, não há meio de atinar com a sua condução, pelo que os choques com os rodapés cá de casa, são uma constante (ai a minha Mãe)!!

Também estive a ver um quadro muita giro com a minha mana Rita, e estou certo que se lhe ofereceres essa prenda, também eu me iria divertir muito .... e evitar alguns ralhos da minha mãe. É que eu tenho a mania de pintar e escrevinhar as paredes e os sofás cá de casa, e como deves imaginar, a minha mãe ... não fica propriamente muito contente!!

Pai Natal, não sei como te contar, mas preciso de te fazer uma ... confidência. Não queria aqui confessar a minha fragilidade, mas como vou precisar da tua ajuda, não tenho alternativa. Eu sei que é uma vergonha ... mas a verdade é que ... é que eu .... ai meu Deus que vergonha ... a verdade é que eu .... eu ...ainda uso chucha!!! Pronto já disse!!

Desculpa Pai Natal ... eu sei que não devia usar, pois já sou um miúdo crescido, mas o que é que queres?, já tentei despedir-me da chucha e não consigo!!. Fico nervoso, ansioso, choro que me farto, enfim um stress!!

Vê lá tu que no outro dia, a minha mãe convenceu-me a deitar a chucha no caixote do lixo. Eu, que não perco um bom desafio, enchi-me de coragem e aceitei. Estava tão convicto e corajoso, que até fui com a minha mãe à rua, despejar o lixo que levava a minha chucha.

Mas depois, quando a noite chegou, trouxe consigo a fraqueza e a saudade .... e chorei, mas chorei tanto tanto, que a minha mãe, como um acto de magia fez aparecer a minha chucha!! Fiquei tão contente por a ter de novo, que prometi a mim mesmo, nunca mais me separar desta companhia nocturna de quem sou muito amigo!!!

E é por isso que preciso da tua ajuda. A minha mãe disse-me que tu só trarias um presente, se eu te deixasse a minha chucha dentro da botinha, que ficará pendurada na lareira, para poderes entregar aos bebés mais pequeninos. A verdade é que gostava muito de receber a bancada das ferramentas, e por isso, aceitei deixar lá a chucha, mas sabes? esta chucha já está velhota ... já não serve para os outros meninos, que concerteza gostariam de ter um chuchinha novinha em folha. Já viste que se fores oferecer esta prenda aos meninos, vais deixá-los a eles e a mim tristes .... e não é isso que tu queres pois não?

E agora Pai Natal, como fazemos? Estive a pensar no assunto, e sabes do que me lembrei? e se tu, quando encontrares a minha chucha na botinha, a esconderes na casinha do meu presépio de maneira a ninguém ver? É boa ideia não é? Ai Pai Natal, acede lá ao meu pedido, que eu prometo que em breve deixarei este meu vicio, pode ser?

Estou certo que irás atender a estes meus argumentos, afinal tu és bonzinho e amigo das crianças. Eu, como forma de agradecimento deixarei lá algo, que te fará feliz ... mas este será um segredo só nosso, que mais ninguém irá saber, muito menos a minha mãe!!!

Obrigado Pai Natal ... por seres meu companheiro, por seres meu cúmplice, e por fazeres do meu Natal, um Natal tranquilo, alegre e sem saudade!!

Adeus, Boa Viagem e agasalha-te bem!!!

Diogo

4 comentários:

Anónimo disse...

ola filipa se o pai Natal não der ao Di aquilo que ele lhe pede deixo de ser amiga dele.lol por favor filipa deia uma ajuda ao pai NATAL diga-lhe que ele não deve tirar a chucha ao Di conheço um menino que guardou a dele ate aos 4anos.espero que o pai Natal seja compre-ensivo se as crianças não gostassem dele ele não existia e a nossa vida era mais triste.beijinhos angelina

Liliana disse...

Ola Amiga

Tao linda a cartinha do Di. Nao sabia que ele ainda tinha o vicio da chucha, mas nao te preocupes que mais tarde ou mais cedo ele vai conseguir deixa-la, mas se por enquanto isso o mantem mais tranquilo e calmo deixa-o andar com ela, tenta arranjar argumentos aos pouquinhos que o façam deixar a chucha, como oh Di ja estas a ficar crescido e os meninos crescidos, que querem trabalhar nas bancadas de ferramentas nao usam chucha, ja viste ires atender um cliente de chucha na boca?Coisas desse genero, mas nao te preocupes com isso o Di tem 3 anos, pior foi a minha prima que aos 6 ainda mamava na chucha,lol...

Um grande beijinhos aos meus tres amiguinhos

Susana disse...

Muito bonitas as cartas dos teus filhotes!! ;)
Espero que o Pai Natal seja compreensivo com ambos e lhes conceda alguns dos seus pedidos.

Muitos beijinhos para os três.
Susana

Anocas disse...

Querido Diogo,

A chupeta não é um vício (pelo menos não aos 3 anos!)é antes um conforto, uma segurança, uma amiga das horas sombrias da noite.
Há tantos meninos bem mais crescidos do que tu a usarem "chuxa"!!!!
Todos nós somos diferentes e o nosso ritmo de crescimento não é sempre igual (se o fosse seriamos computadores, LOL).
És um menino muito simpático, esperto, falas muito bem para a tua idade e largaste a fralda "que nem um heroi"!
Afinal o que é que querem mais??!! Um Super-Menino?
O Pai Natal é um velhote muito simpático e que já cá anda há muitos, muitos anos, por isso tenho a certeza que ele vai perceber perfeitamente a "tua situação" e guardar a tua chupeta junto do menino Jesus.
Muitos "biquinhos" da tia Anocas