>

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Faz hoje 32 anos sobre o dia em que a minha vida ficou marcada ... para todo o sempre!! Faz hoje 32 anos que o meu pai faleceu. Faz hoje 32 anos sobre o dia em que fiquei totalmente entregue aos cuidados da minha mãe .... faz hoje 32 anos que me vi sem família.

Segundo os relatos da minha mãe, esta sua gravidez foi amaldiçoada por grande parte da família. A explicação reside no facto de eu ter nascido duma relação extraconjugal, que já se arrastava há vários anos, com o conhecimento não só dos intervenientes, como de toda a família! Esta gravidez foi vivida com grande contrariedade pelo meu pai, um homem já com 53 anos, pai e avô de dois netos, que não se sentia preparado para voltar a abraçar a paternidade.

O facto é que eu nasci … e desde então, este pai amou-me incondicionalmente com todas as suas forças, mostrou-se um pai zeloso, dedicado, que trabalhava só parte do dia para poder acompanhar de perto o meu crescimento!

Era sempre com ele que eu queria estar, e segundo me conta a minha mãe, a sua morte foi um rude golpe para mim!! Reagi mal, não conseguia perceber o seu desaparecimento, e comecei a apresentar alguns comportamentos estranhos. Falava sozinha, “fingindo” encetar diálogos com o meu pai. Segundo o que eu dizia, o meu pai ouvia o que lhe contava e pedia-me para eu me portar bem na escolinha, e não bater aos meus amiguinhos.

Tive que começar a ser acompanhada no Centro de Saúde Mental Infantil por uma psicóloga, pois o trauma foi grande!! Infelizmente, morreu prematuramente, sem me ter dado o prazer de privar com ele, e de me ter transmitido os seus valores, de me ter dado a oportunidade de me orgulhar dele, e de lhe retribuir todo o seu amor.

Por ironia do destino, estou em crer, que sou a filha que mais parecenças tem com ele, e reconheço que grande parte daquilo que sou hoje, o devo ao meu pai. Aqui a genética esmerou-se!! Tenho vivido toda a minha vida com a convicção que algo supremo me protege, quando algo me corre mal, eu sinto, que é temporário, que o meu protector não permitirá que esse mal me faça sofrer por muito tempo.

Eu tenho com toda a certeza, um anjinho da guarda …. E esse anjinho é o meu pai!! Tenho tanta pena de não termos tido tempo … tenho muita pena de não ter tido pai!!

O meu pai morreu dia 19 de Setembro de 1976, pelas 14:00 após ter balbuciado a custo, o meu nome!!

PS – Este é um dia que recordo sempre … mas, não é um dia triste, assombrado por boas ou más recordações. A verdade é que eu era uma criança, e não ficaram grandes recordações! Fica apenas a convicção, que se o meu pai não tivesse morrido, a minha vida teria sido com toda a certeza diferente … positivamente diferente!!

(fotos retiradas)


18 comentários:

Pai Para Sempre disse...

Amiga Filipa,

O teu texto e as fotografias descrevem e demonstram uma bonita história de amor. Percebemos que eras demasiado pequena para, hoje recordares com perfeição os momentos mas, ainda assim...aí está uma linda história de amor. Um amor que se nota nas tuas palavras! Um amor que se vê no olhar do teu pai. Especial referência para a fotografia na praia que a nós transmite vontade de proteger e segurança.
Sabes Filipa, nós acreditamos muito no anjo da guarda. Acreditamos que há sempre alguém que olha por nós, que nos protege e ajuda a caminhar.
Tu és especial...ainda bem que existes, ainda bem que os teus pais se cruzaram e, através deles vieste viver nesta nossa vida! Ainda bem que, todos os dias através deste movimento de blogs nos dás força e motivação.
Um abraço
S&X

S.A. disse...

Amiga:

As fotos são de uma ternura e amor extremo!

Apesar de tão tenra idade, o que ficou na memória foi muito bom!
Não mais esqueceste essa grande figura paternal que tiveste por perto!


Um beijinho grande neste dia.


Sandra


P.S. O meu filho acordou-te com o telefonema "madrugador"??? O teu nº estava registado no meu telemóvel.
Quando vi só me lembrei q estavam de férias e o meu pirralho a ligar...lol...

Mamã e Tesourinhos disse...

Oi Filipa!
Ainda bem que dessa relação nasceu uma pessoa tão especial.
Obrigada por partilhares connosco os momentos bons e menos bons da tua vida. Acredita que já aprendi muito com eles.
Quem sabe se um dia destes não nos cruzamos entre os voos que vamos fazemos no nosso dia-a-dia.
Concordo com o Sérgio, apesar de seres muito pequena e de pouco recordares, as fotos valem mais que mil palavras.
Fica bem.
Bjs.

Elisa Albuquerque disse...

ola querida :)

fiquei com lágrimas nos olhos com mais essa tua historia, escreves de uma maneira que me cativa muito!
Lamento que tal tenha sucedido ... e que não pudesses ter tido o acompanhamento necessário ... e olha acredito que falasses mesmo com ele... mas isso dava panos para mangas :)
Desejo-te um excelente fim de semana... bjinhos

Angel disse...

Querida lamento mto.
Tens recordações mto bonitas e isso amiga é bom de sentir e faz com que te lembres dele com um grande sorriso.
Bj mto grande!

andreia disse...

sabes que pelas fotos em que ele olha para ti vejo o grande amor que sentia por ti? serio !!! a cara dele tipo... nao sei explicar....
adorei a tua historia e tal como tu acredito que ha alguem que toma conta de nos la cima.
jokitasss

Noc@s disse...

E cá ficou uma pessoa muito especial :-) basta olhar para as fotos, para saber o porquê. E não posso deixar de citar a minha frase favorita que é como um lema de vida: "Para fazer uma obra de arte não basta ter talento, não basta ter força, é preciso também viver um grande amor" de Wolfgang Amadeus Mozart, aqui aplicasse na perfeição.
Um grande beijinho

Anocas disse...

O teu "anjo da guarda" deve com toda a certeza ter muito orgulho em ti e na Pessoa em que te tornaste.
Nem vale a pena falar sobre a tristeza que é crescer sem pai! E pensar que há meninos que são "orfãos de pais vivos" ainda é mais terivel!!
O teu pai morreu com uma doença que ainda hoje leva tantas pessoas... mas ainda teve tempo para, no final, demostrar mais uma vez o seu Amor e preocupação contigo. Fê-lo através da forma como tentou acautelar o teu futuro, fê-lo ao dirigir-te as suas últimas palavras.
Tenho a certeza que ele está muito feliz por tu teres nascido.
Beijos,

cilinha disse...

olá amiga a tua historia tao triste e contada duma maneira como só tu sabes faze-lo emocionou-me ,e estas fotos noa precisao de palavras sao de uma ternura tao grande ve-se que o teu pai te adorava ,mas é como tu dizes e acredita que ele sempre esta ao teu lado e te proteje eu tambem sinto isso com a minha mae ,acredita que onde ele esta é feliz por ter dado o ser a uma pessoa maravilhosa que es tu . beijinhos

cilinha disse...

olá amiga a tua historia tao triste e contada duma maneira como só tu sabes faze-lo emocionou-me ,e estas fotos noa precisao de palavras sao de uma ternura tao grande ve-se que o teu pai te adorava ,mas é como tu dizes e acredita que ele sempre esta ao teu lado e te proteje eu tambem sinto isso com a minha mae ,acredita que onde ele esta é feliz por ter dado o ser a uma pessoa maravilhosa que es tu . beijinhos

S.A. disse...

Amiga:

Estou preocupada... hoje ainda não me deste noticias, está tudo bem?

Beijinhos


Sandra

Ângela Vieira disse...

Olá!
Espero que estejas bem...
Infelizmente existem pessoas que passam na nossa vida e que marcam...
Um pai sem dúvida!
Lamento que essa relação não possa ter sido mais longa...de certo ele tinha mesmo um grande amor por ti...
Lindas as fotos...tem um rosto muito parecido com o André e o Diogo!

Beijinhos grandes e bom fim-de-semana
Ângela e Tomás

MamãdaDiana disse...

As fotografias são de uma ternura muito grande!

Liliana disse...

Obrigada ao teu pai por ter pulado a cerca e ter trazido ao mundo a pessoa maravilhosa que es,ele sera certamente o teu anjo protector...as fotos mostram muita ternura e amor...

UM BEIJO

Belita disse...

Bem, que fotos, que texto! Deixaste-me de lágrima pronta! Eu acredito que alguns de nós temos um anjo da guarda. Acredito mesmo.

Beijo

Anónimo disse...

filipa eu sei o que sente mas o importante e de saber que ele lhe tinha muito amor e ele continua a viver no seu coracao.tenho a certeza que se ele a ve tem muito orgulho na filha que tem e se hoje e uma mulher forte e corajosa.e gracas ao amor que ele lhe tranmitiu.um beijinho angelina

Mae Princesa disse...

Adorei a tua declaração....Onde quer que esteja, o teu anjinho tem muito orgulho em ti de certeza!!!És uma excelente pessoa mesmo! Pelas fotos todas, estas e a do passeio em cima pude constatar que temos uma Ritinha fotócopia da mãe!!!Lindas as duas! E o Di também claro!Beijinhos grandes!

A mamã disse...

lindas palavras
Lindas fotos ... que amor lindo Filipa
eu tb perdi o meu pai há 17 anos mas tenho fir,e convicção que desde esse dia um anjo da guarda muito especial também me protege ... é muito bom!
Mil bjinhos
Paula