>

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Mais do Mesmo (post longo para variar)


Deixem que Vos diga o seguinte: fiquei muito surpreendida por alguns dos comentários que me foram deixados ... pareceram-me muito sensatos, especialmente aqueles que não se ficaram apenas por concordar com o que fiz. Sinceramente, acho que o que fiz, todas as mães o fariam ... afinal, qual é a mãe que não quer proteger a sua cria? mas verifiquei que efectivamente há quem leia este Blog, e perceba a dualidade e a complexidade de sentimentos que me afloram.

Não faço uma leitura romanceada da vida ... sempre tive os pés bem assentes na terra, e por isso, é dificil criar ilusões. Para ser sincera, não acredito nada que o André tenha mudado, acredito sim que ele não se quer sujeitar (como nunca quis) ás consequências negativas do que tem feito ao longos destes ultimos anos.

Quando saíu de casa, fê-lo a contar com a ajuda da avó, e em alternativa com a ajuda da segurança social até que perfizesse 21 anos, e isso, deu-lhe força para não se sujeitar às regras que lhe impomos.

Ele nunca aceitou que em família ou em sociedade existam regras para cumprir. Presentemente, já constatou que não tem ninguém com quem contar ... a avó pelo menos temporariamente desistiu, e a Juiza que acompanha o processo a decorrer no tribunal, fez questão de lhe dizer no passado mês de Junho (dia 24/06) que jamais iria permitir estender a medida de protecção até ter 21 anos .... e era com isso que ele estava a contar. Estava a contar viver à conta da SS (à conta de todos quantos trabalham e descontam) e esse objectivo saiu-lhe gorado!!

Agora vê-se na rua, a dormir num carro velho emprestado ... sente a falta do seu espaço, e por isso, vêm de mansinho tentar a sua sorte, porque sabe que nunca lhe fecharíamos a porta. Só isso explica, a ideia que tinha de ir para o Porto, borrifando-se para resolver a sua própria situação.

Outra coisa curiosa é o facto dele (segundo conta) estar a trabalhar em Lisboa. Diz que gosta do que faz, mostra assim interesse em continuar a trabalhar por lá, mas a concretização desse seu desejo, tem um custo ... um custo mensal de cerca de 105,00€ (passe), que ele não tem para dar.


E não tem porquê? Não tem porque, em vez de estar a trabalhar enquanto a SS o ajudou, passava os dias na esplanada a viver à conta!! Então e agora? Agora disse-lhe que se ele ficasse em casa tinha que arranjar trabalho aqui por perto, mas ainda assim subsistiam dois problemas. Quem suportava o vicio dele (tabaco, quase 2 maços/dia)? e com que dinheiro ele almoçaria, durante um mês de trabalho, até receber o seu ordenado??

Será que temos que ser nós novamente a fazer esse investimento? porque não foi ele trabalhar para agora não estar nessa situação?

Saiu para trabalhar, tendo ficado com a indicação da hora em que tinha camioneta para o regresso. Voltou a trás para perguntar se a camioneta vinha ou não pela via rápida, quando isso não tem para ele qualquer relevância, ou teria? Será que ele foi mesmo trabalhar como disse? é que se foi, a pergunta é muito disparatada.

A meio da tarde, recebo a seguinte sms:

"Epá gosto mesmo daquilo que estou a fazer isto é fixe e tenho granda ambiente de trabalho"

Como é que interpreto isto? É a pressionar-me psicologicamente para que me decida a dar-lhe o dinheiro para o passe ... é o tal sistema de moer, moer, moer ... até que nos rendemos por desgaste (mas quase nunca isso acontece).

Com as aventuras de ontem, deitei-me às 6:30 da manhã e às 09:30 já estava de pé. Estou cheia de sono e às espera que ele chegue, para que jante, para que eu me possa ir deitar. Enquanto escrevo este post, recebo outra sms:

"Fogo perdi a camioneta mãe (ou seja a proxima é às 23:40, o que implica que chegue a casa às 00:30). Liguei para uma amiga minha e ela vem-me buscar e leva-me aí, mas ela não me vem já buscar, só mais daqui a um bocado. Desculpa já estou a começar mal, mas tb não tive a culpa (devo ter sido eu) saí às 22:10 e já não deu para apanhar a camioneta".

Qual a leitura que faço? ele aqui está a dizer que não vem ... e abre a possibilidade de chegar à hora, da proxima camioneta, pois será essa, que ele de facto irá apanhar!!! Mas qual é a amiga que vai de Loures a Lisboa e Regressa a Loures e ainda tem mais 30 minutos até chegar aqui? alguém acredita nisto? Tudo isto para ele não esperar um hora pela camioneta.

Entretanto recebo outra sms:

"Vou aproveitar e vou ao lar dos meus amigos (lar de idosos) buscar o carregador da máquina fotográfica (que ele tem mas faltam-lhe os cabos)".

Ora pergunto eu: tendo em conta a situação delicada em que se encontra, já não estão aqui esquemas a mais? E que respeito é este que ainda se dá ao luxo de desviar caminho, não estando minimamente importado que eu esteja à espera até às tantas da noite? Sim, porque ainda há um colchão na garagem para ir buscar para que não durma no sofá. Será que isto é normal?

Esta história resume-se a isto: De manhã dei-lhe 10,00€ (gastaria 6,00€ em transporte ida/regresso), mas ainda me perguntou se eu queria o troco. A esta hora está na companhia dos amigos, a gozar o serão. Daqui a cerca de 30 minutos apanha a ultima camioneta e chega daqui a uma hora. Eu aqui estou à espera que o menino chegue ... e mais uma vez a porta da minha casa abre-se para alguém entrar de madrugada. Estaremos a começar bem? Não acho que não!!!

Será possível ficar feliz ou ter esperança?

E que justificação dou ao meu marido? sentir-me-ei com moral para apelar ao coração do pai, quando ele se comporta desta forma?. Será possível apostarmos num filho assim?. Este é o dia a dia da vivência com ele: Esquemas, esquemas e mais esquemas ... um mundo de mentira onde vale tudo!!

E que desculpa dará, para não ter o cabo? sim porque ele não vai buscar cabo nenhum, pois a camioneta não vai fazer um desvio, para lhe fazer um favorzinho? teremos mais umas tantas mentiras com toda a certeza!!!

Beijocas e desculpem o longo desabafo ... mais um! Vou ficar à espera .... da camioneta ou da amiga? Já não sei!!!!!
- - - - - - - - -- - - - - -- - -- - - - -- - -- -- - -- -
Adenda - Recebo outra sms: "Já tou com a minha amiga estamos à espera do namorado dela que está a chegar e vou buscar os cabos e vou logo para casa".23:59
E se o pai tivesse querido/podido falar com ele hoje? era uma emoção ... o pai G. à espera aqui no sofá que o filhinho chegasse da borga ... ai desculpem ... da borga não ... do trabalho!! Desculpem os disparates, mas quando estou nervosa só me dá para rir e ironizar!!
Conseguem imaginar a destabilização que estas mensagens provocam? o mau estar? a ansiedade? acho que é desta que começo a roer os coutos (lol). Mandem-me internar que eu já não estou bem!!!!! é que não estou mesmo!!!

17 comentários:

Sammy e Mama disse...

Nao leves a mal miga mas a primeira sms ate me fez rir (posso tar enganada) pois ate parece que foi no gozo.
Imagino ele entre os amigos,entre risos a enviar a sms.
Desculpa!Espero que esteja enganada.

POrque sera que ele nao ve o que esta a fazer a sua propria vida?!Esta a desperdicar tanto...:(
Podia ter uma vidinha decente ao pe da familia em que nada lhe faltaria...:( Fico triste por ele,sabes?

Quando ele chegar,independentemente da hora,acho que lhe devias chamar a atencao...nao se admite!
E ja agora...POrque nao tentas ligar para o sitio onde ele diz trabalhar e tentares ter uma confirmacao?

Dinheiro para o passe,nao lhe dava.Poderia eventualmente comprar-lho mas nunca lhe dar o dinheiro!

Tem calma.E vai descansar um pouquinho pois nao mereces!
Um beijinho carinho e bons sonhos!
Amanha voltarei ca!
Jinhos

Cristina&Alex disse...

Olá amiga.
Em primeiro lugar quero agradecer-te por todas as mensagens de apoio que nos tens dado.
Obrigado amiga.

Beijinhos grandes!

Cristina&Alex disse...

Olá amiga.
Em primeiro lugar quero agradecer-te por todas as mensagens de apoio que nos tens dado.
Obrigado amiga.

Beijinhos grandes!

Cristina&Alex disse...

Olá amiga.
Em primeiro lugar quero agradecer-te por todas as mensagens de apoio que nos tens dado.
Obrigado amiga.

Beijinhos grandes!

S.A. disse...

Filipa:

Que triste fico, em saber que o teu menino continua o seu "estilo" de vida...

Lamento que se tenha aproximado da familia porque não tem outras alternativas.

Talvez seja melhor, cm sugeriram anteriormente impôr regras e limites.

Resta saber se as vai cumprir.

Queria tanto que desta vez fosse diferente...

Ele ainda vai a tempo de recuperar o tempo perdido, desde q tenha vontade de contrariar os seus impulsos.


Força amiga


Beijinho


Sandra

ana disse...

olá Filipa...

o meu nom é Ana e é a primeira vez que te visito... estive a ler com atenção a tua história com o teu filho... e ñ sei o que te aonselhar, é realmente dificil conseguir ajudar um puto assim...
até estou bastante pensativa á conta disto... tenho um bebé de quase 8 meses, é tão bom v~e.lo sorrir, brincar com ele, dar-lhe carinho... espero que um dia ñ me faça o que o teu te está a fzer... é muito complicado... ñ te vou dar um conselho, vou apenas dizer-te para fazeres o que o teu coração de mãe te disser... mas ñ entres em prob com o teu marido á conta disso, o pai em uma certa razão...

A tua Rita e o teu Diogo são dois miudos lindosssssssss, parabens...

Bjs e muita força...

Ana e duarte

A mamã disse...

então Filipa ..voltou ao mesmo ?? não sei a tua força amiga não sei ...eu já tinha desistido :-(
é teu filho sangue do teu sangue ..mas ninguem é de ferro ...faz o que o teu coração de mae mandar e concerteza não te vais arepender de nada ..mas faz-lhe a vida negra que ele tb faz a tua
Mil Bjinhos
paula
ps. já voltou??

Liliana disse...

Outra vez com esquemas,e mentiras, decididamente ele nao quer mudar, apesar de ainda ir a tempo de o fazer,mas ate concordo com a ana mae da samantha, de certeza que estava na borga com os "amigos"(infelizmente). Nao entres em choque com o teu marido, ja nao sei se o Andre merece isso, afinal tudo estao a fazer para lhe mudar o rumo de vida e é ela que nao quer mudar. Enfim, e muito dificil aconselhar, e de conselhos certamente tambem nao precisas, faz apenas o que o teu coraçao de mae mandar.
Força amiga
Um beijo recheado de carinho

Elisa Albuquerque disse...

ola querida,

concordo com o primeiro comentário... ia tentar averiguar se realmente ele estava a trabalhar, e já que está num call center, ha muitos em lisboa .... quanto ao dinheiro não lhe daria mais um tostao, compraria o passe se o trabalho fosse real, e para comer fazia comida e ele que levasse... até dar prova que era merecedor da minha confiança.
Eu falo isto e não sou mãe atenção ... por isso tem o valor que tem...
Mas estou a acompanhar a tua historia e custa-me tanto esforço inglorio... quando por mim não fizeram um terço, e eu não cheguei ao extremo do teu filho, vivo sozinha e as minhas custas desde os 17 anos e nunca me droguei...
bem querida ja tou a falar demais... beijinho e espero que estejas bem

Patricia Sousa disse...

Filipa, não sei o que dizer, mas concordo quando dizem para tu seguires o teu coração de mãe, mas com cuidado para não desestabilizares a tua casa (marido e filhotes mais pequeninos).

bjs

Noc@s disse...

Olá querida,
Sinceramente eu nem sei que te diga, apenas que te admiro (apesar de repetitiva é mesmo o que sinto), pois eu não sei como conseguiria lidar com uma situação desse tipo. Mas creio que deve ser exactamente como descreves uma dualidade de sentimentos, por um lado a razão por outro o ser Mãe... E quando penso que te poderia dizer alguma coisa, umas vezes seria como Mãe e outra com a razão e é também um misto de sentimentos, além de que estou de fora pelo que é sempre muito mais fácil falar seja de uma ou de outra forma. Sabe apenas que estou aqui, que te leio e que pelo menos te envio os meus pensamentos positivos para conseguires lidar com essa situação o melhor que possas. Além disso pelo que li parece que devemos ser mais ou menos vizinhas fisicamente, pelo que os pensamentos chegam mais depressa.
Muita força! Jinhos!

Liliana disse...

Bom fim de semana
Beijoca grande

Mamã e Tesourinhos disse...

Olá!
Não querendo ser repetitiva, mas penso que estamos todas de acordo nisto, é difícil conciliar o coração com a razão.
Força para mais esta batalha e que consigam chegar a bom porto.
Fica bem.
Bjs.

Sammy e Mama disse...

Entao amiga,como estao as coisas por ai?
Beijinhos

MamãdaDiana disse...

Olá amiga... Então como correu o da hoje? Viste omeu mail...

Beijinhos dá noticias

Mae Princesa disse...

Bem-...Chego aqui hoje e leio estas novidades....Não posso aconselhar-te porque nunca passei por isso(e espero nunca vir a passar)e acho demasiado fácil opinar ou julgar...Normalmente evito fazê-lo. Só posso dizer-te que deves proteger o Di e a Rita, lembra~te deles, acima de tudo deles...Bjo!

S.A. disse...

Filipa:

Tenho pensado tanto em ti...

Por favor amiga, não vás "abaixo", a tua familia, principalmente os mais pequeninos precisam de ti... do teu equilibrio.

Abracinho apertadinho.


Sandra