>

domingo, 2 de novembro de 2008

Ficámos na Rua!!!

Sabado, 17:10, após grandes indecisões e perguiça, lá me decidi a ir às compras, para que o Domingo pudesse ser passado em família e longe dos Hipermercados.

Crianças preparadas e alertadas para a necessidade de se portarem bem (o que nunca acontece), digo mesmo, ameaçadas de que se se portassem mal, esta seria a ultima vez que me acompanhavam às compras.

Telemóvel na mala, mala ao ombro e porta de casa aberta . Para variar os meus encantadores filhos, começam a guerrear pois discutem sempre, sobre quem abre a porta. Já tentei resolver a questão, tentando que a porta se abrisse à vez, mas o Diogo não se conforma. Decidi então que quem abre a porta sou eu .... mas os dois não se conformam ... pelo que ainda não decobri maneira da porta se abrir, sem que toda a vizinhança tome conhecimento desse facto.

Ontem não foi excepção, pelo que saio atrás deles, para os puxar para dentro da porta, para acalmarem, para que passados alguns minutos pudessemos sair em silêncio. Nessa altura em que tento que recolham a casa, e já no patamar das escadas, estupidamente fecho a porta de casa .... tendo a chave de casa e da carrinha ficado dentro de casa. Ou seja, ... estavamos na rua. E agora?

Felizmente tinha a mala ao ombro, com o telemóvel ... ligo ao meu marido, que ficou frenético pois só conseguiria estar em casa passadas no mínimo 4 horas. Tranquilizo-o dizendo-lhe que iria ao café ver se tinham horário da camioneta, pois a solução do problema passaria por ir fazendo as compras até que ele chegasse.

Não tinham horário, mas acabei por descobrir um horário de verão dentro do meu porta-moedas. Proxima camioneta com destino a Mafra, passaria às 18.02. Ok, lá vou eu ficar na paragem da camioneta quase uma hora à espera. Depois lembrei-me que a camioneta que pretendia apanhar, deixar-me-ia em Mafra, pelo que até chegar ao Continente, ainda tinha que me fartar de andar com os miudos a pé. Não poderia ser, até porque nessa altura já começava a escurecer.

Mudei de planos e pensei apanhar a camioneta em sentido contrário, para ficar em Loures, andaria também um bocado a pé, mas chegaria ao Louresshopping, onde poderia para além das compras, fazer tempo, para que o meu marido me pudesse ir buscar (e dizer adeus ao salão erótico, lol) pelas 21:45.

Olho para o horário e vejo que a camioneta passaria pelas 18:26, ou seja, 1:15, depois. Não tinha alternativa. No café era impossível mante-los, pois perturbam com o barulho que fazem, a clientela de qualquer estabelecimento comercial.

Ficámos na paragem à espera. Claro que em alturas como esta, tudo acontece!!. A Rita quis xi-xi, o Diogo có-có. Quando fui colocar o Di a fazer có-có (imaginem onde? ..., claro, atrás da paragem da camioneta, no meio das ervas e arbustos), e eis que ele decide fazer não có-có, mas xi-xi. Ou seja, a pilinha parecia uma mangeira endiabrada em todas as direcções. Resumindo, molho-me as minhas calças, as dele, os meus ténis, e até a minha mala que estava pendurada ao meu ombro (???) não escapou, lol!! Uma tragédia, foi o resultado daquela necessidade fisiologica do Di.

Continuámos, e desesperámos à espera da camioneta, pois para além de tudo, soprava uma brisa fria e incomoda, misturada com cheio de lenha queimada, proveniente dos prédios vizinhos.

Passado 1:20 de espera, avisto e camioneta que felizmente se aproximava ... e eis que o impensável acontece .... a camioneta seguiria via rápida, ou seja, nas povoações seguintes entraria na Auto-Estrada só parando em Lisboa.

O motorista ainda me disse que poderia deixar-me na povoação que antecede a entrada na AE, para que lá espera-se por outra que fosse para Loures, mas, nem eu tinha o horário, nem ele, e uma vez que para além de sabado, era feriado, a probabilidade de ter de esperar longas horas era uma realidade. Obviamente que não fui.

E agora o que é que eu faço, na rua, com frio, com duas crianças que já estavam saturadas de esperar? Dirigi-me ao café, pedi à simpática proprietária o nº da Praça de Táxis de Mafra e liguei, pedindo para me virem buscar, para que pudesse "enfiar-me" nas compras, mais não seja, para não estarmos o relento. E assim foi. Às 19:05, dei entrada no Continente de Mafra, onde teria de fazer tempo, no mínimo até às 21:30.

Andei literalmente a passear-me nos corredores, com os miudos cansados, mas nem por isso, mais sossegados. Às 19:50, tinha as compras feitas, tendo passado o restante tempo, de volta dos expositores dos livros, onde os meus filhos tiveram a possibilidade de consultar uma panóplia de publicações, desde o Ruca, Camila, Noddy, Doce Moranguinho, Livros com cheiros, etc, etc.

Nunca desejei tanto ver o meu marido como ontem .... lol.

Cheguei a casa às 22:00, cansada, com as compras todas para arrumar. Valeu-me ter comida feita, que aproveitei para o jantar. Às 23:00 já todos estavamos na caminha, prontos para uma noite descansada ..., ou nem por isso, lol!!!!!

PS - Felizmente, a ida ao salão erótico já tinha sido desmarcada, pois os colegas à ultima da hora, pensaram que as consequencias da ida poderiam ser dificieis de digerir ... e desistiram!!
PS2 - Os 7 km que distanciam o local onde me encontrava do continente de Mafra deram origem ao pagamento de 9,15 de taxi (há anos que não andava de taxi) e fiquei boquiaberta com o preço a pagar.

E eu que estava tão contente por ter ganho 8,16€ no euromilhões, entreguei-os ao taxista e ainda tive que por mais algum!!! Ai que nervos!!!

14 comentários:

Patricia disse...

ai amiga... que aventura! bjs

Elisa Albuquerque disse...

ai amiga que horror lolol
se não fosse verdade até parecia uma tragédia grega!

Com quem então não querias que o marido fosse ao salão erotico eheheh
ele até poderia ter te trazido um presentinho hihihihi


beijinhos enormes com carinho

Anónimo disse...

ola filipa que dia tão mal passado lol imagino a crise de nervos mas são recordaçõens que mais tarde os vão fazer rir.um bom dia beijinhos angelina

Liliana disse...

Bom dia amiga

Estava a relatar o teu final de tarde de sabado e na minha cabeça estavam a passar as imagens tipo filme,lol...so tu para me fazeres rir!Mas que pena que o G. Nao foi a deira, e nos aqui a espera que nos contasses como teria corredio a visita a tal certame,lol...

Beijinhos

A mamã disse...

tchi Filipa que cena!!!!!!!!1 MIJEI-ME DE RIR LOL
Desculpa mas contado é uma coisa mais fácil presenciado deve ter sido bem complicado ehehehehe
tchi eu axo que me passava lol
bjs

Ana Guida disse...

possas mas k filme :S

realmente, o preço dos taxis e uma autentico roubo :S

bjs*

Cressélia disse...

Há dias que mais valia ficar em casa, realmente...

ANA disse...

Estou stressada só de ler o que aconteceu. Eu ficava marada só com um pequeno atrás de mim, ... nem imagino com dois.
O que vale é que não acontece todos os dias.
Bjs.
Ana

Teresa disse...

LOL! Fez-me recordar algo, ehehe! Acho que isto de querer afastar o maridão do salão erótico te trabalhou no inconsciente, lol! Mas olha, conseguiste dar conta do «recado», afinal tudo acabou em paz.
Beijinhos grandes sem atribulações!

Pai Para Sempre disse...

Oh Amiga Filipa, que grande e dificil aventura! Coitadinhos dos pequeninos...imagino o dificil passar de tempo.
Um beijo para ti
Nós

Mae Princesa disse...

Só tu para me fazeres rir assim!!!Embora não deva ter tido piada na altura...Vale tudo para afastarmos o nosso marido do salão erótico -LOL! Eu tenho chaves de casa por todo o lado para evitar essas aventuras...Na minha mãe, na vizinha...Beijos!

Ângela Vieira disse...

Bemmm que cena...
Imagino a chatice de final de dia...
Realmente que mais vos havia de acontecer?!
Mas no fim acabou tudo bem!
Sim, também já não ando de taxi à anos, é mesmo um balúrdio :(

Beijinhos grandes
Ângela e Tomás

Liliana disse...

Ola linda

Entao quando e que apareces?

Beijinho

Nice disse...

Eu chamaria a esse "filme": " A Febre de Sábado à Tarde."...diz que já há um cujo nome é Saturday Night Fever...ouvi dizer. Ou...dizem eles.

Lol...
Grande Aventura!!

Beijinhos