>

sábado, 16 de agosto de 2008

EU ... a AMA, os MIUDOS e as DÚVIDAS


Ontem fui visitar uma senhora que é AMA, e de quem me têm dito maravilhas. Fui ... e de uma forma geral gostei. Tem uma casa terrea com um amplo espaço exterior. Ao lado da casa tem uma garagem bastante grande, que foi adaptada para que os meninos lá possam brincar, e onde, não faltam muitos brinquedos, televisão, aparelhagem, jogos etc. Também tem na garagem uma grande cozinha onde é confeccionada a comida, e onde os meninos podem almoçar e lanchar. Em termos de instalações pareceu-me bem ... é certo que não são instalações de luxo, mas estava tudo arrumadinho e limpinho, e isso são aspectos a ter em conta.

Em relação à alimentação, a AMA lá vai dizendo que não permite que os meninos tragam comida de casa, pois ela confecciona a comida toda, tanto para a familia dela como para os meninos, comendo tudo o mesmo ... perguntei porquê ... e a resposta era a que esperava ... para evitar que os meninos estejam a cobiçar o comer dos coleguinhas .. ok, até faz sentido ... mas terei que ficar sujeita não só a forma de confeccionar da senhora, mas também a qualidade dos alimentos que ela escolha (olha eu já a problematizar, lol). Encerra para férias durante todo o mês de Agosto (já estava à espera). Os meninos que frequentam o Jardim de Infância, são deixados pelos pais na AMA, e depois a carrinha do Jardim de Infância (que nós teremos que pagar, naturalmente) passa por lá de manhã para os ir buscar. Há hora de almoço ela vai buscá-los ao JI dá-lhes o comer e volta a levá-los ao Jardim, sendo eles depois entregues pela carrinha á AMA á tarde, ficando à espera que os pais os vão recolher ao fim do dia. Toma conta deles ao Sábado.

Bom, e agora a parte mais emocionante .... cobra 200,00€ por cada um, independentemente de serem meninos que frequentam o JI como é o caso da Rita, ou não (Diogo). Este valor igual para ambas as situações, não me parece muito correcto, pois afinal de contas quem frequenta o JI passa lá muito menos horas ... mas enfim, eu não gosto nem tenho nada de regatear .... limito-me a aceitar ou não estas condições.

Resumindo, para que eu possa regressar ao mercado de trabalho, tendo de contar com um pagamento de 400.00€ mais o pagamento da carrinha que no passado ano lectivo eram 12,00€ mas que neste serão certamente mais!!!

Em conversa com ela lá me foi dizendo que por norma até leva os meninos de fim de semana para casa de um familiares, isto claro se os pais concordarem, estando lá duas crianças já com 7 anos e de quem ela foi AMA a recordarem os bons momentos que disfrutaram na sua companhia!!!(estas disponibilidades todas ... assustam-me um bocadinho) ... mas pareceu-me ser boa pessoa e dedicada (que é isso que interessa), mas, e porque há sempre um mas .... é daquele tipo de senhoras .. como é que eu hei-de dizer ... brega (pronto já disse), sem classe ... mas afinal do que estava eu à espera?

O Di passados alguns minutos já estava ambientado, já queria brincar com tudo, mas quando ela lhe perguntava se ele lá queria ficar, respondia com um desavorgonhado NÃO!! A Rita mais tímida, estava cheia de medo de um cão que lá havia, tentou brincar e descontrair ... mas foi dificil. Disse-me que não queria lá ficar, pois não queria ficar sem pais!! (lol) ... tadinha da minha Rita .. anda um bocadinho receosa, e não está a achar graça nenhuma a estas visitas!!

O certo é que o meu marido continua a achar que eu NÃO DEVO ir trabalhar, mas embora eu entre em linha de conta com a sua opinião, sou eu a decidir se vou ou não. Por um lado estou tentada a ir, libertava-me um pouco, pois as lides domésticas já se tornam muito rotineiras, e como eu me isolo muito em casa, ir trabalhar era uma forma de espairecer e conviver também um pouco.

Mas agora pergunto eu, valerá a pena ir trabalhar para nada receber, só para fugir das rotinas e do isolamento? Quando tiver que sair com as crianças de casa pela manhã, com frio e chuva (que o Inverno aqui é muito rigoroso) como ficarei com a minha consciência? Será que vale a pena?

Certo é que se não for agora, dificilmente o será mais tarde, pois aqui a Je já está a ficar cota, e fora de prazo para o mercado de trabalho!! Resumindo: Estou na mesma como a lesma, com as mesmas indecisões de sempre ... que já me enervam e Vos entediam!!Pagar 412,00€ para ir trabalhar? Isto está bom para ter filhos está!! Isto não é para quem quer ... é só para quem pode!!!!

3 comentários:

S.A. disse...

Pois é...

os nossos filhinhos estão msm mt "agarradinhos" às mamãs (lol)...

e cm vai custar a separação, se de facto vier a acontecer...

Continuo a dizer q é uma pena não aplicares os teus estudos...

Mas da tua vida sabes tu, não é amiga?!

Decide, o q for melhor para todos!!!

Bjs

MamãdaDiana disse...

Filipa, Filipa, è muito complicado!

O mercado de trablho está cada vez pior! Por um lado acho que tens muita sorte, pois estas com os teus filhos em casa, na TUA casa...

Por outro lado, eu não consigo estar em casa apenas ao fim-de-semana, pois nesta famlia a convivência torna-se por vezes insopurtavel... só quero a segunda feira... Quando esta chega, tenho taaantas saudades da Minha Diana...

Decide o que for melhor para ti... Mas não te esqueças que ao trabalhares (longe ou perto) passas a acompanhar menos os teus filhos...

tens de pensar em horarios, salarios, comeram bem ou não?, quando estão doentes como vai ser?, quem os leva ao medico?

Não te quero desmotivar de maneira nenhuma, mas sei o que me custa não ser patroa... lol adoro o meu trabalho mas se pudesse ter um horario mais flexivel, agradecia eternamente...

beijinhos

liliana disse...

Ola Filipa

Quando tiver os meus filhotes, adoraria poder optar por ficar em casa com eles, acompanhar o seu crescimento, mas isso financeiramente nao me vai ser possivel ( a nao ser que ganhe o euromilhoes, ou que muita coisa mude ate la, o que nao me parece), mas felizmente tenho a minha mae a quem os posso deixar com toda a segurança e com a certeza de que serao muito bem tratados...sei que no teu caso nao tens esta possibilidade, sei que estas numa situaçao complicada, mas 412€ para deixares os meninos e um exagero, bem sei que as coisas aqui no norte sao muito mais baratas do que mais a sul,mas ja viste quanto nao ganha essa senhora??sabes que o ordenado minimo sao de 426€ em Portugal...tens que ponderar muitas situaçoes, o factor ordenado e sem duvida fundamental, porque queiramos quer nao, pagar para ir trabalhar nao me parece a melhor das opçoes, porque se assim for e muito mais compensatorio estar em casa com os meninos, acompanhar o seu crescimento, estar ali com eles quando adoecem, viver as suas alegrias, bem tudo o que uma criança nos proporciona...bem como ja me estou alongar demais, so me resta te desejar boa sorte seja qual for a tua decisao

Beijinho grande a ti e aos meninos