>

sexta-feira, 8 de agosto de 2008

E foi assim esta Madrugada


A aldeia é simpática, calma e acolhedora ... e talvez por isso, os amigos do alheio façam questão de por cá se passearem. Têm visitado casinhas, apartamentos e vivendas, não esquecendo os cafés e outros estabelecimentos. Há uns meses decidiram levar uma VW Passat bem como 17 bilhas de gás numa só noite. Esta madrugada, voltaram a visitar-nos entre as 3:30 e as 6:00, levando as 4 jantes e respectivos pneus desta Mercedes!!!! Foram profissionais e cuidadosos .... estacionada a 2 metros da janela do proprietário, ninguém os ouviu, tendo deixado a carrinha assente em 4 tijolos.

Pois é .... a partir de hoje, e embora padecendo de alguma claustrofobia a minha carrinha vai ficar a pernoitar na garagem ... sim porque se fossem as minhas jantes que tivessem sido desviadas ... a esta altura já teria afixado na dita, um belo papel A4 estas palavrinhas VENDE-SE (lol).

O Sr. Galvão que anda á longos meses a namorar umas novas jantes para o seu pópó, com este episódio parece ter desistido .... olha se os "landruns" gostarem tanto das novas jantes como ele??!!! Já nem na parvalheira estamos seguros!!!!

7 comentários:

Ângela e Tomás disse...

Como diria um primo meu: "Não há nada como a vida no campo!"
Mas hoje em dia já não há segurança em parte alguma!

Sempre vivi numa aldeia, super pacata onde a minha mãe até a chave deixava na porta o dia todo.
Hoje isso já não é possível, formou-se por lá um grupo de toxicodependentes que "limpam" tudo!
Enfim! É o pais que nos estamos a transformar!

Beijinhos babados e votos de uma excelente fim-de-semana.
Ângela e Tomás

Anocas disse...

Que horror!! Mas enfim, nada que não se esteja a generalizar pelo país fora, não é?
Eles que não tomem medidas, não...

liliana disse...

Sabes o que eu digo, se a nossa autoridade agisse como ontem no caso do assalto ao banco, o pais n estaria como esta, pois os assaltantes começariam a ter medo de morrer...

S.A. disse...

Bem... que medo.

Nem aqui já estamos tranquilos.

Bj


Sandra

Patricia disse...

Essa gente é muito habilidosa... fazem isso tudo e ninguém ouve? Mas afinal onde é que fica a tua "parvalheira"?

bjs

MamãdaDiana disse...

Realmente... è preciso serem muito habilidosos...

Eu já não sinto segurança em lado nenhum. nem de casa sai à noite... só em casos de máxima urgência e se assim for apanho um táxi...

Enfim...

Beijinhos

Silvia disse...

Bem isto está mesmo a ficar mal.
Eu volta e meia deixo a carrinha aberta, aqui para os meus lados não costuma haver problemas, mas é melhor não facilitar.
Bjokas grandes.