>

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Um telefonema com que não contava

Hoje recebi um telefonema com o qual não contava de um casal que privou muito comigo até eu ter 5 anos, e que viam em mim a filha que nunca tiveram. Por vicissitudes da vida, perdemos o contacto, mas hoje, pude ter a certeza que este casal, ambos com perto de 80 anos, têm andando durante longos anos a tentar encontrar-me, afim de saberem de mim.

Finalmente conseguiram, através de um dos meus irmãos. Foi emocionante a alegria que sentiram quando me falaram, ambos emocionados, por tantos anos de incerteza e desconhecimento ... estão conscientes que cresci, que não sou a bébé que muitas vezes lhes fiz xixi no colo, mas pelo meu dialogo, dizem reconhecer traços de uma personalidade que dizem ter nascido cedo.

Fiquei feliz, por ter alguém que vai poder contribuir para o enriquecimento da minha história de vida, que têm muitas histórias para poderem partilhar comigo, que afirmam lembrarem-se de mim, muitas e muitas vezes, pois muitas das situações vividas os marcaram para sempre.

Não os vejo há muitos anos, mas lembro-me perfeitamente de alguns convívios, recordo sempre com saudade as fotos que deles tenho no meu álbum, e sempre, mas sempre que tenho de comprar, ou observo aqueles estojos de canetas de cor, é inevitável que aquele casal me venha à memória. É que o senhor viajava muito, e trazia-me sempre inúmeras prendas, mas as mais marcantes eram sem dúvida os estojos de canetas que em Portugal eram comercializados somente com 12 cores, e no estrangeiro, por onde ele viajava, havia-os com cerca de 100 cores.

Eu ficava esfuziante de alegria, e passava os dias a fazer desenhos para oferecer a todos os amigos.
Curiosamente também eu lhes venho à memória, sempre que vêem um garrafão de agua do luso (lol), pois faz-lhes recordar uma história curiosa que tiveram comigo. Há sem duvida coisas simples que jamais esquecem, que não se apagam da memória e nos permitem uma viajar pelo tempo.

Sinceramente fiquei feliz, e 30 anos depois é impressionante a cumplicidade e o à vontade que existe ... como se 30 anos não fizessem qualquer diferença!!!!!!!!!!

5 comentários:

Mamã e Tesourinhos disse...

Sabe sempre bem recordar as pessoas de bem!

Fica bem.
Bjs.

Lisa disse...

:)))))))))))))
fiquei feliz por ti ...
tb adorava estojos de cores
ehhehh

Ana Guida disse...

é sempre tao bom (re)encontrar pessoas k nos querem bem!! :) k maravilha!

bjs*

Patricia disse...

deve ter sido muito gratificante para ti :)

beijos

Tété £ Xavier © disse...

Que lindo! Imagino a alegria e a satisfação de todos vocês!!!
Uma história que enche o coração de qualquer um :o)

Beijos
Tété & Xavier