>

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

O nosso Natal

O nosso natal foi bom. Não fosse a mesa estar diferente do habitual e de nos vermos rodeados de caixas, papeis de embrulho e prendas, diria que a noite e o dia de natal, foram iguais a tantos outros dias. Aqui em casa, temos por hábito abrir os presentes no dia 25, pois ainda acreditamos no Pai Natal. Este ano, lá introduzimos uma novidade ... também há familiares que ajudam o Pai Natal, pelo que há prendas, que eles sabem ter sido dadas pela família e não pelo Sr. das barbas brancas.

Assim, na noite de Natal, após eles adormecerem, lá andamos nós armados em formiguinhas a trazer as prendas que estão religiosamente escondidas na garagem.

A madrinha da Rita ofereceu uma mala da Hello Hitty à Rita, e um kit de pintura ao Di, para que eles começem desde cedo a terem jeito para as artes, ou então para que eles começem a pintar-me a casa toda, já que o kit é tão completo, que tem rolinhos de pintura e tudo, lol!!!

A Tia ofereceu um kit de manualidades, com uma serie de acessórios para que a Rita possa fazer bonitos trabalhos. O Di recebeu carrinhos do Faísca, que ele adorou.

A avó presentiou a Rita com um estojo para ela colocar a sua maquiagem (lol), e ao Di uma viola (o presente que ele mais adorou).

Os avós ofertaram um fato de treino para cada um, um cachecol e gorro da Hanna Montana para a Rita e carrinhos para o Di.

O André ofertou um gorro, cachecol e luvas para cada um deles.

Já nós oferecemos à Rita:
- um pijama,
- uns ténis Geox
- uma maleta contendo borrachas, blocos e um diário
- 2 cadernos da hello Kitty para ela pintar

Ao Di oferecemos:
- um pijama
- um camião com carrinhos que se transforma em maleta
- 1 caderno para pinturas

Tinhamos combinado que o Natal seria apenas das crianças, pelo que não gastaríamos dinheiro em prendas para nós, mas o Sr. G fez-me uma surpresa e ofereceu-me um livro, o "Não Digas a Ninguém" da Luísa Castel Branco.

Confesso, que não tivemos uma mesa muito tradicional. Não somos muito apreciadores de doces (eu só gosto de sonhos), e como eramos nós, os miudos e a minha mãe, os tradicionais sonhos, bolo rainha, filhoses, rabanadas e tarte de amendoa, foram o necessário para nos sentirmos satisfeitos. Ainda assim, ainda sobraram coisas que tive de deitar fora (os sonhos foram digiridos por mim ... num apice, lol).

Jantámos uma bela perna de Perú (que bacalhau tinhamos comido uns dias antes, lol) e no dia de Natal, fomos almoçar um belo mangar a casa dos meus sogros. E foi assim que passámos ... mais um Natal.

Algumas fotos:


1 comentários:

Maria e Companhia disse...

As crianças alegram sempre o Natal!!!

Beijocas e boas entradas em 2010

Tudo de bom

Maria & Companhia