>

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Quer ir para França

SMS:
Mãe liga-me com urgência!!
Liguei!!

Mãe empresta-me 150,00€ porque quero ir trabalhar para França. Pagam-me 1700,00€ mais estadia, mais alimentação!!!

Passou-se, só pode!! Expliquei-lhe que as coisas estão dificeis em todo o lado, e que muitos Portugueses vão com promessas de trabalho e depois lá, não têm alojamento, nem comer e muitas vezes nem sequer dinheiro para regressar a Portugal, pelo que, na minha opinião para ir, teria que ter uma serie de garantias, que presentemente não lhe estão a ser asseguradas. Mas alguém acredita que se paguem salários destes a um aprendiz? Eu custa-me a acreditar. Se assim fosse, já Portugal estava às moscas!!!

Para além disso (e o cerne da questão reside aqui mesmo), quem pensa em trabalhar no estrangeiro, tem de se mentalizar que só compensa ir, se for mesmo para trabalhar arduamente, não pode pensar que lá, vai ter uma grande vida, trabalhar somente meia duzia de horas e passar o resto do tempo a fazer despesas no café. Acredito que ainda seja possível, embora não com a facilidade de outros tempos, fazer vida lá, mas é necessária muita determinação, empenho, contenção e vontade de trabalhar ... que é tudo o que lhe falta!!!

Esta seria ou será, mais uma aventura em que quer embarcar, mas continua sem medir as consequências!!! Perguntou-me o que eu achava. Alertei-o para as dificuldades com que se pode deparar. Ficou de pensar, e de me dizer se quarta-feira irá ou não!!!

Por mais que tente, é inevitável não me sentir especialmente apreensiva!!!

9 comentários:

EA disse...

eu incitava-o a ir e punha-o no avião! poderia ser que aprendesse a ser homenzinho!!!
bjinhos amiga

Susana Pina disse...

Oh! Amiga, nunca mais tens sossego...
Espero que ele desta vez pense, e pense bem...que tenha ouvido os teus conselhos e que não te dê mais desilusões na tua vida.
Um bj cheio de força
Susana

A mamã disse...

não aprende ...não adianta
depois vai-te ligar a chorar que quer voltar e não tem dinheiro e que o exploram, lhe dão fome etc etc
:-(((

Patricia disse...

hummm... a mim cheira-me a trafulha... ou te esta a enganar a ti, ou esta a ser enganado...

beijos

Sandra e Dinis disse...

Eu tb sou da opinião que lá sem a familia ia ver o que é passar dificuldade e sem ter ninguém a quem pedir ajuda. talvez abri-se os olhos de vez!

BJs

gabriela disse...

Olha não sei que te dizer.
Imagino que deve estar a ser dificil para ti, eu também ficava apreensiva.
Desejo-te boa sorte na decisão, beijinhos

Anónimo disse...

bom dia Filipa eu estou como diz a Patricia no comentario dela deviam ter contado historias ao Andre .eu estou na Franca e sei bem que os salarios não são tão altos como ele diz a não ser que trabalhe noite e dia e se ele vier com os estudos que tem so se for para trabalhar nas obras ou lavar a louça nos restaurantes para servir é preciso saber falar o frances .caso ele venha se a Filipa precisar de alguma informacão eu estou as ordens beijinhos angelina

Elisabete disse...

Olá tia Filipa!
Estou um pouco como a Patrícia: parece que andaram a "encher" os ouvidos ao André com belas histórias douradas (tipo os nossos políticos) e depois a realidade é capaz de ser outra!
Axo que fizeste bem em não ajudar. Há k aprender a dar valor ao trabalho dos pais e se o teu filhote realmente kiser trabalhar, não precisa de ir pra tão longe.
Sabemos que cá está mau, mas lá fora tb...
Espero k esse teu filhote te dê algum descanso...gostava muito de ouvir boas notícias deles vindas de ti.
Beijocas docinhas de nóis

AS PATY´S disse...

Obrigada por teres me ajudado filipa,bem no blog que fizemos a minha sobrinha Lívia um blog que acompanhava-mos foi privatizado vc tem no seu é o blog da samantha sophia gostaríamos de continuar acompanhando esse blog adoramos fazer novos amiguinhos!!!!
bjinhos***