>

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Assim Estamos

Olá,

Peço desculpa pela minha ausência, mas a verdade é que não me tem apetecido escrever.

Tenho estado bem, e para ser franca, sem estar excessivamente preocupada. Estou confiante na capacidade de improvisação e na "escola da vida" do André, que com facilidade arranjará ou arranjou, uma solução para o seu problema. Curiosamente, enquanto escrevia esta frase, senti-me pouco confiante, pois esta história suscita-me muitas interrogações, mas como a verdade vem sempre ao cimo, mais tarde ou mais cedo, acabarei por saber o que realmente se terá passado!!

Já que ele mente e fabula tanto, enganando a família para lhe extorquir dinheiro, então que utilize as suas "capacidades" para resolver um problema que ele próprio criou. Já estou por tudo.

Tenho tido a minha mãe horas a fio ao telefone, relatando-me todo o seu dia, das amigas, das vizinhas, chorando-se com o facto de ter a casa para alugar ... enfim, enche-me a cabeça com os seus problemas, repetindo-se vezes sem conta, para meu desespero.

Quer à viva força transferir-me a responsabilidade de tomar "conta" da gestão do apartamento, alegando que ele é meu .... esquecendo-se no entanto, que quem usufrui do seu rendimento é ela (creio que já vos expliquei a situação).

Quer a todo o custo que eu me desloque lá com ela, para tratar de alguns assuntos que obrigam a outra viagem passado uns dias, mas não se lembra que todas estas voltas, implicam despesas que eu não estou na disposição de suportar!!! Já que vergonhosamente se "apropriou" do apartamento e dele tira rendimento, então que suporte as despesas inerentes.

Esta história deste apartamento ... já me tira do sério.

Entretanto, veio como que "ameaçar-me" que venderia a casa dela, afim de poder ficar com dinheiro para ingressar no Lar dos Inválidos do Comércio, já que se recusa a ir para os quartos mais modestos, pois não está para ouvir o ressonar e afins dos outros. Assim, com o dinheiro da venda coloca-la-iam num mini-apartamento onde teria mais privacidade.

Se compreendo? Compreendo ... eu também não gostaria de privar forçosamente, e no fim dos meus dias, com pessoas que não conheço e que se calhar não teria grande vontade de conhecer, mas a forma como a minha mãe coloca a situação é que me indigna. Para sua surpresa dei-lhe toda a força para que vendesse (sim, que eu também sou tramada). Ficou surpresa com a minha reacção, e lá acabou por me dizer, que bom mesmo, era ficar em casa, e arranjar alguém que lhe fizesse as coisas, só precisava que lhe assegurassem as limpezas, e a comida.

Falei-lhe dos serviços do Centro Social e Paroquial que assegura no mínino, a alimentação. Disse-me peremptoriamente que não, pois segundo as "amigas do café", as funcionárias deixam o comer na casa das pessoas, já frio, e nem sequer se dignam a fazer o favor de aquecer no micro ondas.

Passei-me e respondi-lhe que se ela me pagar ... eu faço. Então e quanto queres ganhar? perguntou-me!! Socorro!!

Tenho obrigatoriamente que ganhar para poder ter alguém que me substitua no levar e recolher os meus filhos da escola (já que os horários aqui são complicados) principalmente se cada um estiver numa escola diferente, mais as despesas do transporte (mas nem sequer ainda sei se estava de facto na disposição de desacompanhar os meus filhos!!!)...
Pois ... mas isso ainda é muito dinheiro!!!

Jura? Pois ... mas por as despesas serem grandes, é que eu estou em casa há mais de 6 anos!!!

Enfim, ela não quer estar "velhota" ... e embora eu compreenda que não é de facto agradável, nada poderei fazer!!!

Agora adere a todas as promoções que lhe são comunicadas por SMS, depois retiram-lhe o pagamento da promoção do saldo do telefone, e depois grita para que a ajude a resolver a situação ... pois não tem interesse na promoção!!!

E sim ... eu sou (já há uns anos) filha única!!! E o que mais me irrita, é que tudo isto devia gerido por mim, com muita vontade de ajudar, com muito amor e carinho ... mas não ... tudo me custa fazer, pois infelizmente, tenho muitas facadas nas costas dadas por ela, e isso, torna um suplicio qualquer ajuda que tenha que lhe prestar, por mais simples que ela seja.

É triste ... mas a verdade é esta.
Entretanto hoje o Di apareceu com umas borbulhas que já me são familiares e estão bem vivas na minha memória ... o Di está hoje no seu primeiro dia de .... VARICELA!!!

9 comentários:

Susana Pina disse...

Bem! A tua vida dava mesmo um filme. Eu compreendo que ser filha unica não é fácil (eu também sou) e a minha mãe também já não propriamente uma jovem, só com a diferença éq ue não tenho nada a dizer dela em relação ao passado, foi e continua a ser uma mãe sempre presente.
Força amiga, mais uma vez é isso que vais ter que ter.
Um bj grande
Ssuana

Elisabete disse...

Olá Tia Filipa, apesar de andares bastante "ocupada" é bom sinal dares notícias.Mal ou bem, o teu André há-de resolver as coisas, como tu própria dizes.E as mães, bem, paciência é tb necessária :)
E agora, mais uma, né?As melhoras do Di:)
Beijinhos de nóis 3!

Liliana disse...

Bem amiga, que situaçao, e o ANdre que continua a fazer das suas, a tua mae a aproveitar-se de ti para lhe fazeres favores quando e ela que tira os lucros de um bem que e teu, o Di com varicela, tu nao tens um minuto de descanso...

Espero que as coisas melhorem rapido

Beijocas grandes

Liliana disse...

Bem amiga, que situaçao, e o ANdre que continua a fazer das suas, a tua mae a aproveitar-se de ti para lhe fazeres favores quando e ela que tira os lucros de um bem que e teu, o Di com varicela, tu nao tens um minuto de descanso...

Espero que as coisas melhorem rapido

Beijocas grandes

Nós os cinco disse...

Ola Filipa...envio-te um camião cheio de CALMA! muita Calma!
Bjs

Mamã da Rafinha disse...

Em primeiro lugar as melhoras do teu filhote:(
A Rafinha teve o ano passado,mas graças a Deus, como a levei ao médico no 1º dia, nem ficou com marcas, nem teve muita comichão, ou febre, foi mais o tempo que tivemos de ficar por casa...

Em segundo lugar, e parece impossível mas, tenho uma mãe, que cuido parecida em casa, desde que o meu pai faleceu que "fechei" a minha casa, e estou lá a apoiá-la, mas já estou arrependida de ter saido da minha casinha:(((
E a pensar, seriamente em voltar!
Não vale a pena estar a entrar em pormenores, posso te dizer que está reformada, por psiquiatria, e que ainda este fim-de-semana, fui com ela para o hospital:(
Enfim:(

Ps. Tens um miminho no meu cantinho para ti;)

Beijinhos com carinho

Ana Guida disse...

ola filipa!

em relaçao ao andre, parece-me k realmente ele vai arranjar maneira de se desenrascar e n tarda nada esta ai a bater-te a porta...

qt a tua mae...e triste realmente custar-te ajuda-la mas acredito mesmo k por algumas coisas k ja contaste tens mesmo motivos pr isso...

melhoras do teu filhote e um beijinho! força!*

mamã da princesa disse...

Olá!!
Olha, não estás a pensar fazer um guião para um filme... é que essa tua vida!!! (Desculpa, estava a brincar!)
Mas a tua vida é mesmo complicada!!!

E que tal umas férias... acho que são muito bem merecidas.

Estava-se mesmo a ver que o rapazote pequeno ía ter varicela...
Melhoras rápidas para ele.

Beijinhos.

Sandra e Dinis disse...

Vê o lado positivo!

Já não tens de te preocupar no futuro com esta doença!

Em relação à tua mãe, sinceramente acho que está a abusar . E o Teu André , nem sei que te diga.

Força amiga!