>

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Dele

Ontem, qual não é o meu espanto, quando abro a caixa de correio deparo-me com uma carta do Balcão Nacional de Injunções. Estranhei (muito) mas mais ainda quando verifico que vem em nome do André. O que é que ele fez desta vez?, questionei-me.

Abri, e eis que me deparo com uma notificação de divida à PT que já ascende a duas centenas de euros.
Contactei a PT com vista a saber o que se passava e eis que me informam que a divida incide sobre valores referentes à internet.

Contacto o André que me afiança que jamais efectuou um contrato com a PT ou com qualquer outra entidade. Como a morada constante nas facturas eram da localidade onde reside a namorada, eu, embora não o tenha dito directamente, deixei no ar a hipotese de os pais da namorada estarem a utilizar um serviço à conta dele. Para isso seria necessário falsificarem uma assinatura, será que seriam pessoas para isso? Não sei. Não os conheço o suficiente para emitir juízos de valor. O André percebeu a sugestão e não queria acreditar que lhe tivessem feito isso.

Ontem não havia nada a fazer senao aguardar pelo dia de hoje, afim dele ir obter mais informações. Hoje lá foi (muito nervoso e revoltado pois já está a ser lesado com a brincadeira pois teve de faltar ao trabalho)!!


Assim, eis que o que se passa: alguém mal intencionado adquiriu um Kit Sapo. Chegado a casa introduz o CD de instalação, terá de concordar com as condições contratuais, facultar um nome e um numero de contribuinte e voilá .... começa a navegar na net .... à conta de um qualquer infeliz. Agora digam-me ... isto é normal?

Assim que o oiço relatar esta situação, começo a duvidar que isto possa na realidade acontecer, pois a ser verdade, qualquer um de nós está sujeito. Afinal quem já não teve que apresentar em inumeras situações da vida cópia de um BI?
>Contactei a representante da PT, que efectivamente me confirma que sim ... é assim a adesão. Claro está que contestei esta forma de adesão aos serviços, que apesar de rápida e simples, expõe a inúmeros riscos qualquer um de nós. Exemplo disso, é vermos em editais toda a identificação de cidadãos ... que pode ser abusivamente utilizada por outrem.

Face ao exposto, o André terá de ir à Junta de Freguesia solicitar um atestado de residência afim de comprovar à PT que reside numa outra morada, que nada tem a ver com a da prestação do serviço. E agora começa outra aventura. Será que lho passam? É que inúmeras vezes pedi ao André que fosse tratar do cartão do cidadão por forma a ficar automaticamente recenseado, mas ele teimou que não iria. Será que a junta, não sendo ele lá recenseado lhe passará o atestado? Dúvido. O certo é, que só contestando a dívida e anexando o referido atestado é que a PT se presta a averiguar o que se passa, e quicá, pedir a anulação do processo de injunção.

Vai ainda, no decorrer do dia de hoje, solicitar á Polícia que o acompanhem á morada que consta do contrato a fim de confrontar e identificar quem terá tido o desplante de ultilizar o seu nome e elementos de identificação para aderir a serviços.

Mais uma vez, quando se viu aflito soube a quem recorrer. Vou ajudar, claro que sim, mas espero bem que dentro de horas ou dias, não tenha que vir aqui ao blogue relatar qualquer outra circunstância que ponha em causa estes factos, que são por mim dados como certos, infelizmente não a 100%, já que as "aventuras" associadas ao meu filho, tem sempre contornos estranhos e inesperados.

Não vou mentir ... foi inevitável não pensar num telefonema que lhe fiz quando recebi a conta do tribunal para pagar, e em que ele me pergunta em que nome vinha a conta. Naturalmente que vinha na minha (mas o processo teve a sua origem na sua conduta e irresponsabilidade), mas como iniciou com ele em menor, caaber-me-ia a mim e ao pai pagar as despesas do processo. Ao responder-lhe que a conta vinha em meu nome, soube-e responder: "azar o teu, vem em teu nome, eu não tenho nada a ver com isso"!!!

Não seria esta agora a oportunidade de lhe responder da mesma forma? Claro que era.!!! Mas há muito que sei que ele não espelha a minha conduta!!!!

4 comentários:

Mikas disse...

Xiça que grande embrulhada! Espero que se resolva pelo melhor, ele tem é que se mexer, se deixar o tempo passar está tramado.

A mamã disse...

:-((((((

pedradababy disse...

caramba... Que situação heim?! Eu penso que ele deve estar recenseado mesmo sem ter tratado disso porque, este ano fizeram o recenseamento automático de muitos jovens por causa das eleições (queriam evitar desculpas do tipo: "ai, não vou votar porque não me recenseei a tempo..."). Ele que exprimente na vossa junta a ver se não está. Acho até que dá para checar on line; exprimenta em http://www.recenseamento.mai.gov.pt/

Olha, e o Di? como está? já a 100% da escarlatina? espero que sim
beijinhos grandes para voçÊs todos e espero que esta embrulhada se resolva logo

Susana Pina disse...

Oh! Filipa, já não basta as situações que o teu filho te tem causado, ainda tens mais esta para resolveres...eu não sei como tu aguentas, de facto deves ser uma pessoa muito forte.
Espero que tudo isso se resolva o mais rapido possivel.
Um bj grande