>

quarta-feira, 10 de junho de 2009

Ontem

Ontem fui tirar o cartão de cidadão às minhas crianças. Tinha feito agendamento, pelo que, mal cheguei, começei logo a ser atendida. Algo que poderia ser simples tornou-se num verdadeiro martirio, uma vez que o Di, fez questão de mostrar o seu mau feitio aos presentes, que perante uma posição tão marcada (Eu não tiro nenhuma fotografia) se riam, achando graça à personalidade forte do rapaz.

Comecei por tentar convencê-lo, apelando à necessidade imperativa da foto, mostrando-lhe que a Rita também tirou e ficou muito linda, alertando-o para que tem várias dezenas de pessoas a assistir aquele festival, o que deu origem a que aumentasse a intensidade da sua oposição.

Às tantas baixei-me ao nível dos olhos dele, fazendo uma cara feia, para que percebesse que o meu ponto de ebulição estava quase a ser atingido, pelo que ou COLABORAVA ou então em breves segundos deparar-se-ia com uma mãe frenética e a descabelar-se toda!!!

Mas EU NÃO QUERO, EU NÃO VOU, EU NÃO GOSTO DE VOCÊS NUNCA NUNCA NUNCA MAIS, E EU QUERO IR-ME EMBORA, diz-me!!!!

Ora aqui a mãezinha, vendo a plateia na expectativa de ver o que acontece, começa a equacionar:

- mas afinal para que é que o puto (sim que o mais velho é gajo, embora haja quem na blogosfera se escandalize pelos nomes obscenos com que trato os meus filhos, mas adiante) quer o cartão de cidadão? Se calhar é melhor desistir, e vamos todos felizes para casa!!!

- não ... mas este puto de 3 anos, está a medir forças comigo? Se eu ceder não estarei a abrir um precedente?

- Mas se ele não vai lá com conversa, o que lhe faço? Umas palmadas no rabinho se calhar vinha a calhar, mas pensando bem, é melhor não, não vá ficarem a ver-se na foto as amígdalas e a epiglote, e com a sorte que eu tenho, aparecer algum militante do "Não se pode dar uma palmada na criança, pois fica traumatizada" e quem acaba a tirar uma foto no estabelecimento prisional mais proximo, sou eu!!!!

Com estes pensamentos a mil, já eu transpirava e sentia as faces a arder ... de nervos!!!!!

Há já sei .... vou-lhe dizer que ou ele tira a fotografia, ou vou chamar a polícia e ele vai dormir na esquadra!!!!

Ui, não pode ser .... por esta via o puto ficava traumatizado, e se alguma vez se perder, jamais irá pedir auxilio à bófia (ai perdão à Polícia).

Já sei ... vou dizer-lhe que ou tira a fotografia, ou então vai para a sala escura, onde está um homem mau que lhe vai tirar à foto!!!

Não ... também não dá!! Afinal nestas idades têm terrores nocturnos e depois vai passar a acordar 73635462 vezes a sonhar com um suposto homem mau que eu inventei!!!

Não havendo alternativa, fui tentada a dizer-lhe:

Dizinhooooooo?? .... não queres que a tua querida mãmã se passe de vez e comece a cobrar os bilhetes aos presentes, verba essa que utilizará para tu ires para uma magnifica colónia de férias, pois não ??? lol

Contudo, e enquanto tento acalmar-me, ele continua cabisbaixo e braços cruzados, mantendo uma firme oposição!!!

Enquanto isso, vou esperando que atendam a Rita, ficando a recolha dos dados biométricos do Di em "suspenso".


Comecei a ver que teria mesmo que tomar uma atitude, a Rita estava quase a ser chamada, e quando fosse, o Di já tinha de estar "despachado" da foto!!!

Vai daí, disse-lhe que eu já estava a ficar passada, que era obrigatório tirar a fotografia, e que se ele não parava de refilar, tirava a foto e ficaria com uma cara feia no cartão e seria uma vergonha mostrá-lo ao pai e às primas!!!

Lá aceitou ... Ufa!!

Passado uns minutos outra birra, desta vez não se queria medir!!! utilizei a mesma técnica, mas ele não colaborou. Assim não me restou alternativa senão dizer ao senhor que nos atendia, para colocar a medida que ele tinha em Fevereiro, quando ainda era um bebezinho (lol)!!! Foi remédio Santo ... voluntariou-se logo para se medir .... 103 cm de gente e de mau feitio, lol!!!

Finda esta ardua tarefa ... eis que me "enfio" no Feira Nova para fazer umas compras (credo estou sempre a comprar comer cá para casa!!!). Eis que a Rita, que se tinha portado exemplarmente até ali, se lembrou que queria mais um livro para a colecção. Expliquei-lhe que não lhe posso comprar livros todas as semanas, que ela já tem muitos, e blá, blá, blá .... e então não é que se lembrou de se pôr a chorar (o que não é normal na Rita) e andou atrás de mim durante todo o tempo naquela ladainha a choramingar!!!!

Ai socorro .... !!!

Tentei desvalorizar, mas a verdade é que estava deveras enervada, e determinada a cumprir o alerta que tinha feito antes de sairmos de casa "ou se portam bem ou não vamos ver a Sara!!!".

Chego à caixa para pagar, e eis que a funcionária simpaticamente me pergunta: Quer sacos? São 2 cêntimos cada um!!!!

2 cêntimos? Então eu venho gastar os meus euritos aqui, e ainda me desconsideram e me pedem dinheiro pelos sacos? Nah!!

Vai daí, optei por começar a pôr as compras para dentro do carrinho (mau feitio, eu?) ... ora lá vai o leite, o fiambre, o shampoo, ou seja, lá foram as compras todas ao molho e fé em Deus, e sorte foi não ter necessidade de comprar produtos de higiene intima, senão o "pessoal" todo do estabelecimento comercial por onde tive de circular com o carrinho até aceder ao elevador, tinha tido conhecimento de coisas que só a mim me dizem respeito (lol)!!

Chegados ao estacionamento ... eis que começa uma "nova" aventura!!! Os amortecedores da bagageira da minha carrinha partiram-se, pelo que abrir a bagageira não é para qualquer um!!! Ao tentar abri-la, parecemos uns halterofilistas a tentar levantar uma tonelada e meia (até as pernas e os braços tremem, lol) e depois ainda temos de ficar agarrados à porta, ou seja só uma mão consegue ficar "operacional" o que para colocar as compras lá dentro não é propriamente fácil.

Vai daí, aqui a Filipa tem uma técnica!!! Passei a ter um cabo de uma vassoura dentro da bagageira, pelo que agarrada à porta com uma mão tento a todo o custo aceder ao cabo que as mais das vezes, está bem lá ao fundo!!! Com o pau na mão (salvo seja) lá o introduzo num orificio que está na mala, e consigo que a porta fique suspensa, para que assim opere com as duas mãos ... mas estando sempre de olho, pois se o pau se parte (o que não é dificil, dado o peso brutal da bagageira), para além do embate provocar com toda a certeza o quebrar de todos os vidros do veículo, matará quem estiver por baixo (que sou sempre eu) pelo que é sempre emocionante imaginar a Filipa da cintura para cima fechada na bagageira e o rabinho e pernocas estateladas no asfalto .... uma imagem maravilhosa portanto!!!

E tudo isto porquê? .... porque ainda não me disponibilizei para pagar 80,00 pelas benditas peças ... que embora tão pequenas fazem uma big diferença!!!

Por isso se virem uma gaja com um cabo a segurar a bagageira, fazendo lembrar o pau do estendal da aldeia da roupa branca .... é a Filipa, ok?

Como quando eu digo que faço, faço mesmo, viemos de castigo para casa e não fomos ver a Sara ... para desgosto (eu chamar-lhe-ia castigo) dos pequenos.

Chego a casa, e toca de vir buscar sacos para colocar as benditas compras que se passearam aos tombos dentro da carrinha.

Compras arrumadas ... acedo à caixa de e-mail e deparo-me com um e-mail do Sr. meu irmão, que se lembrou de querer adjudicar uma "obra" por um valor três vezes superior ao necessário (com a particularidade de a firma que o executa não passar recibo ..... ah, ah, ah!!!!!)

Epá, foi mais forte do que eu!!! Então anda uma gaja pelo centro comercial com as compras espalhadas no carrinho, vêem as compras aos tombos na bagageira ...... para que eu poupasse 0,10 cêntimos em sacos (lol), e ele sente-se indignado por eu contestar um orçamento que em vez de me fazer pagar 4,50 me vai fazer pagar 30,00?

Vai daí ... e porque gosto muito pouco que me pisem os calos, mandei uma granada para os lados de Alvalade:

Assim:

Em resposta ao teu e-mail em anexo, nomeadamente na parte que transcrevo:

"Não consigo entender como podes prender-te a problemas diferenciais de 4,5o euros até 30.Não estou a ser irónico.Estou a falar muito sériamente"

Cumpre-me dizer o seguinte:

O diferencial a que te referes, é SÓ e SIMPLESMENTE o correspondente a um dia de trabalho do Sr. meu marido, motivo pelo qual, pelo menos para mim, é significativo!!!!

Muito satisfeita fico por verificar pelas tuas palavras, que embora grande parte de nós esteja a passar por uma grave crise, tu és provavelmente dos poucos que se encontra em franca ascensão, ao ponto de considerares o diferencial irrelevante (presumo assim, que entendas este valor como uns míseros trocos).

Assim, e aproveitando a tua feliz progressão financeira, venho desta forma relembrar-te que há vários anos te encontras a usar e a abusar de um espaço que infelizmente para ti, também é meu, pelo que agradeço o favor de dares inicio ao pagamento mensal de 49,98€ (Quarenta e nove euros e noventa e oito cêntimos), valor esse relativo ao uso e utilização de um espaço de cerca de 100 m2 que só tu ocupas, cujo valor (se de um arrendamento se tratasse), como tu próprio bem sabes, ascende a cerca de 600,00€/mensais.

Aproveito ainda para relembrar que esta folga financeira que demonstras ter, poderá também dever-se ao facto de te encontrares em dívida em cerca de 600,00€ (pedindo desculpa por não ter confirmação exacta do valor, mas certa que não andará longe desta importância) à conta comum.

Lamento, mas eu vivo com o que tenho, felizmente sem dívidas, uma vez que me limito a viver SOMENTE dentro das minhas possibilidades, pelo que para mim, 350,00€ é um valor extremamente elevado, para não dizer descabido para aquilo que é a nossa intenção (que é somente dar a conhecer que temos o prédio em venda).

Não querendo ser irónica, diz-me lá o nome da Firma que faz tão GRANDE trabalho, com a particularidade de não passar recibo? Olha que isto há cada um!!!!!

Agora aguardo ... receber em breve .... talvez uma bomba nuclear!!!!

Beijos



10 comentários:

Mara disse...

Oh Filipa, desculpa, mas confesso que acabei de ler o teu post a rir... Sei que as situações em si não têm piada nenhuma, mas a forma como as relatas acaba por as tornar mais "leves"... Espero que consigas resolver a coisa a bem com o teu irmão... e que não venha aí nenhuma bomba nuclear.
Beijinhos grandes

angelina disse...

ai que aventura Filipa com as crianças e com o carro lol é verdade que na altura é uma crise de nervos mas depois dà para rir.beijinhos angelina

Liliana disse...

Ola Amiga

Estava a ler o teu post e a ver a cena a passar como se de um filme se tratasse, sei que na altura da birra do Di nao deves ter achado piada nenhuma, mas a forma como escreves faz-nos sorrir...e nao me vou esquecer, quando vir uma vassoura a segurar a bagageira ja sei de quem se trata,lol

Beijocas Enormes linda

xanasofia disse...

E bem verdade o que as tuas amigas em cima disseram , e por isso que gosto de te ler,
bejinhos

Nós os cinco disse...

Por amor da santa...não havia mais nada para te acontecer nesse dia???
Ninguem merece!
Felicidades

Ana Santos disse...

Sei bem o que falas na diferença entre os 4,50 € e os 30,00 €, para quem é atingido pela crise todos os cêntimos contam.
Essa do pau da vassoura, já usamos um bocado de pau de suporte de cortinado, para o mesmo fim que tu, segurar a porta da bagageira.
Quanto a birras por vezes temos que os chantajar, pois no nosso país, muita gente não sabe, se um pai ou mãe der uma palmada no filho, dá cadeia.
Beijos,
Ana e seus tesourinhos

Kelly disse...

Mas que maratona!!
Eu imagino o teu grau de stress porque já passei por isso!!!
E acho que fizeste muito bem em não aceitar os valores do teu irmão!
É preciso ter lata!!
Só contigo, amiga...

Dri disse...

bem, qdo essa bomba chegar aqui vai sobrar p mim... lololol... já tenho que pagar a água e agora tb vou ter que lhe pagar a renda,lolol... vou ter que arranjar um sítio para morar.... lololol
beijoca

sofia disse...

A cena da vassoura é linda!!
Mas voces já não tinham vendido o prédio??

Bjs
sofia

Patricia disse...

Bem, foi um dia horrível... mas acho que te safaste bem. tens um bom jogo de cintura...

beijos